O ASTRONAUTA EM GRAPHIC NOVEL

Olá malditos!!!
Consegui  ler essa semana  uma Comics que valeu a pena, por que sejamos sinceros, nos últimos anos o mundo dos quadrinhos está deixando muito há desejar.Tirando uma coisa ou outra, o resto é papel e tinta jogados fora.


E esse Comics, para surpresa de quem esta lendo, é uma HQ brasileira: Astronauta: Magnetar, da MSP.
O projeto iniciado pela Mauricio de Sousa sob o comando de  Sidney Gusman,  tem como ideia principal reformular e trazer para um publico mais adulto, personagens clássicos da Mauricio de Sousa, que nós crescemos lendo e (para o bem ou para o mal) já fazem parte da nossa vida.

Nessa  gama de lançamentos, o primeiro Graphic Novel foi Astronauta: Magnetar, escrito e desenhado por  Danilo Beyruth (criador do Necronauta e autor do ótimo: Bando de dois, Graphic Novel que ganhou em 2010 Prêmio Angelo Agostini (melhor lançamento) e o Troféu HQ Mix em três categorias (Melhor Desenhista Nacional, Melhor Roteirista Nacional e Melhor Edição Especial Nacional)).           .

A história nos leva a conhecer um Astronauta mais adulto, dramático e científico.


Preso em uma situação típica da Apollo 13, ele tem que usar todos seu conhecimentos e habilidades para escapar, onde, com  tempo passando a situação se agrava e o o arrasta para uma morte certa, o que leva  Astronauta beirar à loucura, botando em xeque toda a escolha de vida que fez: viver uma vida solitária,  perdendo o contado com as pessoas que mais amava (inclusive é retratada a sua fixação por Ritinha seu eterno amor), para se aventurar no espaço.

O roteiro da Graphic, numa visão geral, funciona com o Astronauta em uma situação estilo náufrago, tendo que lidar com seu lado psicológico e problemas científicos. O modo que é marcada a passagem de tempo também é  digno de nota. Embora a história seja boa, o número de paginas limitado acelera algumas coisas  que poderiam ser trabalhadas de maneira mais profunda (há se fossem duas edições ao invés de apenas uma).

A arte  também não deixa à desejar,  se tratando de uma Comic nacional, (o que  poderá surpreender alguns leitores que acham que somente na gringa são feitas HQs de qualidade) o único porém é que em alguns momentos a ação fica um pouco confusa, sem deixar muito claro como o astronauta fez tal ação (como pular de um meteorito e se agarrar nele). Mas fora esse detalhe, não há o que se criticar.

PS: o Graphic Novel:Astronauta Magnetar, rendeu a Beyruth seu segundo
troféu HQ Mix, como melhor desenhista nacional, em 2013.


2 comentários:

  1. Há! Essa dica já me deste antes e eu já to lendo.
    Não acabei por pura preguiça e por estar lendo outras coisas ao mesmo tempo, mas é uma baita dica.
    Boa história e uma valorização do trabalho nacional de qualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse Graphic Novel é mesmo muito bom.
      Agora vou ler o Segundo: Astronauta Singularidade.

      Excluir