Até  Quando, musica de protesto

 

"É chegada a hora de tirar nossa nação das trevas da injustiça racial".

-Zumbi dos Palmares-

No dia 19 de novembro de 2020, João Alberto Freitas, foi espancado e assassinado por dois seguranças, dentro do supermercado Carrefour do bairro Passo D'Areia em Porto Alegre, rede essa já envolvido em outros absurdos criminosos.


A trágica ironia desse caso é que o crime foi ocorrido nas vésperas do dia da consciência negra, sendo João Alberto um homem negro que foi agredido até a morte por dois homens brancos enquanto uma mulher branca assistia e incentivava as agressões.

Crime que impulsionou atos de protestos por todo o Brasil, inclusive nos arredores do mercado em que ocorreu a violência.


Em meio aos protestos e a indignação, o DJ Anderson, Ultramen, junto do Giovanni Beneditto, Projeto Seis, capturaram as imagens que se transformaram em uma musica de protesto que também virou um clipe, cheio de momentos que mostram que a população não suporta mais.


Não há palavras para expressar tamanha indignação e tristeza por mais essa situação.

Abaixo o clipe.
 
Clipe no Instagram clique AQUI!
Clipe no YouTube  clique  AQUI!

Compartilhe e faça essa mensagem de basta chegar a todos.

Episódio 5 - A FORÇA DO TRAÇO FEMININO com ALINE DAKA


O Coletive Som apresenta uma conversa para lá de marcante com a artista  Aline Daka. Aline é uma artista fantástica que traz no seu traço vigoroso a força do movimento feminista e a influência do movimento punk. Quadrinista, ilustradora e professora de artes, essa é a inquieta Aline, que ainda tem  um belo trabalho no erotismo feminino, mostrando que mulheres podem e devem trabalhar no gênero.

Nós, do ColetiveArts, tivemos alguns pequenos problemas técnicos, mas no melhor estilo "do it yourself", conseguimos trazer essa grande entrevista para vocês. Conheçam um pouco da trajetória de Aline Daka.
Edição: Luciano Xaba Poesia: Cris Bastianello Arte da capa: Jorginho
Produção: ColetiveArts e Oldie Nerd


Galeria de Arte: Aline Daka








Contatos de Aline Daka:
e-mail:  dakhadessin@gmail.com

Mais um programa massa, uma entrevista maravilhosa.
Coringa - Mini Analise

Aqui André, de apelido Jesus, nick Etrigunn. As mini análises do Wasd Space são pequenas dicas de no máximo 2200 caracteres de tudo que possa ser pertinente de produtos audiovisuais. Espero que gostem.

Coringa

Joker
2019
Todd Phillips
122 min
Coringa é genial. Principalmente em como trabalharam o personagem. Maluco, insano, psicopata, anarquista. Já haviam feito tudo. 
Não! Faltava o Coringa humano. Aquele mendigo alcoólatra da tua rua, aquele parente que foi internado em um hospital psiquiátrico, aquela tia que toma muitos remédios. Aqueles de que temos medo por terem um desvio mental. Todd Phillips deixa mais genial ainda quando passa toda essa ambiguidade na tela. 
Espectadores perdidos em cenas que são recortes das memórias de Arthur Fleck. O palhaço de rua que está lutando para que o Coringa não tome conta de sua mente.
É tão estranho ver o Coringa nessa forma humana, a ponto do diretor ter que fazer várias cenas de nascimento dele. Quando o palhaço toma o controle da mente do pobre homem fragilizado. A perda do emprego, o primeiro assassinato, o descobrimento do histórico familiar.
Tudo vai espremendo essa espinha inflamada, cheia de pus e sangue que é a vida de Arthur.
Afinal, em nenhum momento da vida ele foi feliz. Nenhum segundo. Até os momentos felizes e as memórias são arrancados a força de Arthur. 
E de nós.
Aí, quando entendemos isso, começamos a entender Arthur. Acabamos por nos perguntar:
como podemos estar torcendo por um psicopata? Eis a ambiguidade. No personagem, esse é um traço clássico, mas perceber isso dentro de nós, é algo desagradável. Entendam, é por isso que esse filme não ganhou tantos prêmios. Esse é o perigo. É um filme quase único nesse aspecto do cinema, de trazer as nossas emoções a tona. Nesse caso, o preconceito, o medo de ficar louco, medo que um parente fique louco, medo de usar a violência, medo de justificar a nossa violência.
Ainda entra em uma mistura perfeita, questões políticas atuais, a questão social, a questão econômica e o Batman. 
Até o menino Bruce enfiaram no filme. Obviamente, a mando do estúdio, pois não havia espaço. Mesmo assim, o final, na primeira vez, é estranho, gerou um
monte de teorias, parecia ruim. Na segunda vez, entendemos como é genial. Não gostou? Por
que eu não explico o final?
Você não entenderia. Ha ha ha haaaa…
Nota: 10 em cima do carro de polícia com um sorriso de sangue
Noite de Spoiler, Um pouquinho da Comic Con

Noite de Spoiler, HQ do Universo Guará que garante um gostinho de Comic Con para este 2020, inicia sua campanha para financiamento coletivo no Catarse.

O Universo Guará lançou no dia 22 de outubro campanha de financiamento coletivo do quadrinho Noite de Spoiler, que será a primeira edição física lançada após a reestruturação da editora. 
A HQ transmite o espírito festivo de uma Comic Con, em um ano em que os eventos de quadrinhos estão sendo feitos de forma virtual. 

Na trama, o leitor acompanha Leandro, um adolescente que mora na periferia de São Paulo com sua mãe e sua irmãzinha.
Fanático por quadrinhos e cosplay, seu grande sonho é conhecer um dos maiores ícones da cultura pop.
Parece que agora o sonho de Leandro está prestes a se realizar, porque ele ganha uma credencial para a Comic Con, onde seu ídolo estará presente. O jovem só não esperava que um grupo de fãs, descontentes porque seu artista preferido não foi convidado, atrapalhasse sua diversão e a de seus novos amigos, Jedilson e Mara.

Com roteiro de Gabriel Arrais, arte de Dan Borges e Kaji Pato, arte final de Mário Cau e cores de Débora Santos, o quadrinho ainda conta com “uma história dentro da história”. Isso porque, em Noite de Spoiler, a protagonista Mara Lin desenha um mangá chamado Equilibrium. 
A trama do mangá é ambientada em um mundo pós-apocalíptico onde humanos, mutantes, alienígenas e robôs convivem em (des)harmonia e, na realidade, é feita pela dupla Gabriel Arrais e Kaji Pato. 

Noite de Spoiler é uma divertida jornada épica, que resgata o herói que existe em todos nós. 
O quadrinho estará em campanha para financiamento coletivo no Catarse até 21 de novembro. Nos pacotes de recompensa é possível adquirir tanto a versão impressa, quanto a digital. A HQ também poderá ser adquirida, inclusive, em conjunto com os outros gibis de Gabriel Arrais - Necromorfus, Savants of Sounds e Petrus. 



Serviço:

Roteiro: Gabriel Arrais

Arte: Dan Borges e Kaji Pato

Arte Final: Mário Cau

Cores: Débora Borges

Formato: 17x24cm – 60 páginas

Editora: Guará

Preço de capa: R$35,00


Mais informações: www.catarse.me/noitedespoiler









Curso Completo de Desenho Artístico

Este livro começou a ser produzido em 2009 e só ficou pronto em 2014, ano em que foi publicado pela primeira vez. 
Agora, passados quase 7 anos, será publicada a segunda edição, totalmente revisada.

Novos trabalhos, novos passo a passos e exemplos. São mais de 500 imagens, além de muitos textos explicativos.
Este trabalho foi feito com a intenção de criar um curso de desenho artístico em um livro, pois muitas pessoas não têm acesso a cursos de desenho. 
O ideal é que o leitor comece seu aprendizado no início do livro e continue em sequência, pois um capítulo está interligado ao outro. 
O livro tem 224 páginas e aborda muitos temas diferentes. 


Nele são mostrados materiais de desenho e pintura, natureza morta, perspectiva,  paisagens, luz e sombra, animais, figura humana, nanquim puro e aguada de nanquim, pintura, arte e colorização digital e, por
fim, histórias em quadrinhos. 
Nenhuma outra publicação, nacional ou estrangeira, apresenta tanto conteúdo relacionado a esta arte. 
Para que isso fosse possível ele foi muito bem
 estudado e planejado durante todos estes anos.
A publicação da segunda edição está prevista para o início de 2021 e quem quiser já pode
reservar um exemplar com o autor (ssemr@yahoo.com.br). 
Serão apenas 500 unidades. 
Não é necessário pagar nada adiantado para fazer a reserva. 
O preço do livro não está definido ainda, pois as negociações com as gráficas continuam. 
A intenção é conseguir um bom orçamento 
para poder baratear o preço do exemplar. Entretanto, o autor garante que não custará mais do que R$ 100.

Autor: Silvio Ribeiro
Ano da primeira edição: 2014
Capa dura com verniz localizado
Miolo em papel couche 150g
Formato 21 x 28cm
224 páginas

Editora Heroica começa pré-venda  de dossiês das revistas do Aranha e Hulk

Após estrear no começo de 2020 com o livro O Império dos Gibis (que contou a trajetória do setor de quadrinhos da Editora Abril), a Heroica agora investe na coleção Dossiê Grandes Revistas.

O plano dessa série de livros é destrinchar os bastidores de publicações de super-heróis que marcaram o mercado brasileiro (e os leitores, claro!). Tudo isso, dividido em três caixas temáticas, contendo:

CAIXA 1: GIBIS DA MARVEL


# 1 – Capitão América (1979-1997)
# 2 – Heróis da TV (1979-1988)
# 3 – Superaventuras Marvel (1982-1997)
# 4 – Homem-Aranha (1983-2001)
# 5 – O Incrível Hulk (1983-1997)
# 6 – Grandes Heróis Marvel (1983-2001)

CAIXA 2: GIBIS DA DC 


# 7 – Super-Homem + Superman (1984-2002)
# 8 – Batman (1984-2002)
# 9 – Heróis em Ação (1984-1985) + Superamigos (1985-1988)
# 10 – Os Novos Titãs (1986-1996)
# 11 – Super Powers (1986-1997)
# 12 – Liga da Justiça (1989-1994 e 2002)

CAIXA 3: GIBIS DA MARVEL + DC + IMAGE


# 13 – X-Men (1988-2001)
# 14 – A Teia do Aranha (1989-2000)
# 15 – DC 2000 (1990-1994)
# 16 – Wolverine (1992-2000)
# 17 – Spawn (1996-2005)
# 18 – Super-Heróis Premium (2000-2002)


A primeira fase está prestes a se completar, pois já foram lançados os volumes 1 (Capitão América), vol. 2 (Heróis da TV) e vol. 3 (Superaventuras Marvel), disponíveis para compra no site da Editora Heroica e na Amazon.

E essa semana entrou em pré-venda os volumes 4 e 5, focados nas revistas Homem-Aranha e O Incrível Hulk, que devem chegar da gráfica na segunda quinzena de dezembro.

Ainda em dezembro, está prevista a pré-venda do volume 6 (Grandes Heróis Marvel), que virá com uma caixa cartonada e um conjunto de cards tamanho 10 cm x 15 cm, fechando a primeira fase da coleção. 

Os dossiês medem 16 cm x 25 cm e apresentam alta qualidade gráfica, com capa cartonada 250g e 32 páginas de miolo em couchê fosco 115g. Tudo colorido. Além disso, cada edição traz um pôster de 24 cm x 45 cm, criado pelo artista brasileiro Caio Cacau, que concebeu caprichadas releituras das clássicas capas da Abril.
Cada dossiê custa R$ 24,90 mas há um combo com os três primeiros dossiês (volumes 1 a 3) por R$ 64,70. Já o combo com os dois novos dossiês em pré-venda (volume 4 e 5) custa R$ 44,90.
Para adquirir os dossiês já prontos, ou reservar os novos volumes da coleção, basta visitar www.editoraheroica.com.br

PARA OUTRAS INFORMAÇÕES
Manoel de Souza (editor)
Editora Heroica
manoel@editoraheroica.com.br

SOBRE OS DOSSIÊS JÁ PRODUZIDOS

Dossiê GRANDES REVISTAS 


#1 (pronta entrega)
Com o lançamento da revista Capitão América, os quadrinhos de super-heróis ganharam uma nova fase no Brasil. Além de brindar o público com centenas de aventuras do Sentinela da Liberdade, a revista teve um importante papel na organização da complexa cronologia Marvel em nosso país.

Vídeo sobre o dossiê 1: https://www.youtube.com/watch?v=LoP7j_4D3Zo

Dossiê GRANDES REVISTAS 


#2 (pronta entrega)
Essencial na organização da cronologia Marvel no Brasil, Heróis da TV foi a segunda revista de super-heróis lançada pela Abril em 1979. Devido ao seu capricho editorial, se tornou um cultuado título mix, com uma incrível variedade de personagens. Passaram por lá Thor, Surfista Prateado, Homem de Ferro, Motoqueiro Fantasma, Conan, Vingadores... heróis que, na época, pouco tinham a ver com a TV.

Vídeo sobre o dossiê 2: https://www.youtube.com/watch?v=JhyRHzXVTtM

Dossiê GRANDES REVISTAS 


#3 (pronta entrega)
Histórias de alta qualidade, protagonizadas (muitas vezes) por heróis pouco conhecidos marcaram Superaventuras Marvel, a revista que ganhou fama de sempre trazer uma edição mais memorável que a outra. E não era exagero! Por suas páginas passaram algumas das melhores aventuras de super-heróis já editadas no Brasil.

Vídeo sobre o dossiê 3: https://www.youtube.com/watch?v=FZh3QvelT6M

Dossiê GRANDES REVISTAS 


#4 (em pré-venda)
A chegada da revista Homem-Aranha, em 1983, consolidou o trabalho da Abril, que agora tinha todo o universo Marvel ao seu dispor. Em suas páginas, o leitor acompanhou o surgimento da Gata Negra, a chegada do uniforme negro, o casamento de Peter Parker e Mary Jane, a origem de Venom e a famigerada Saga do Clone, entre outros fatos.

Dossiê GRANDES REVISTAS

 #5 (em pré-venda)
Junto com o Homem-Aranha, a revista do Hulk inaugurou uma fase bastante promissora da Marvel, com todos os personagens sendo publicados pela Editora Abril. Embora nunca tenha sido um fenômeno de vendas, O Incrível Hulk teve carisma e força para se tornar a publicação preferida de muitos leitores.



SOBRE A HEROICA 



Foi um sonho antigo que finalmente saiu do papel. Após enfrentar mais de 500 fechamentos de revistas e livros ao longo de 25 anos na Editora Europa (incluindo a Mundo dos Super-Heróis, a revista brasileira mais longeva do gênero), o jornalista Manoel de Souza decidiu dar novo rumo à sua carreira.
Para tanto, decidiu abrir sua própria empresa, a Editora Heroica, para viabilizar seus vários projetos da gaveta. O plano é simples e ousado: entrar de cabeça no universo da celulose em temas e formatos pouco explorados.
O primeiro trabalho dessa empreitada é o livro O Império dos Gibis: A Incrível História dos Quadrinhos da Editora Abril, que inaugurou sua editora. A coleção Dossiê Grandes Revistas está sendo o passo seguinte, numa trajetória que promete trazer muitas novidades aos fãs de cultura pop. 




Episódio 04 - QUEBRANDO A QUINTA PAREDE: A ARTE ENGAJADA, com IZABEL CRISTINA

A conversa de hoje é com alguém que acredita no poder transformador da arte, no potencial  humano, mesmo nesta  época caótica em que estamos vivendo. Izabel Cristina é professora de teatro, dramaturga, atriz, gestora cultural, e  desde 2014 coordena o Departamento de Artes Cênicas da SMCEL-Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer de Gravataí/RS.

Izabel vem nos falar um pouco de sua trajetória, do cenário politico e cultural do momento, do papel que o teatro e a arte desempenham e podem vir a desempenhar para criar uma nova realidade possível, principalmente em tempos de relações virtualizadas.

Edição: Luciano Xaba Poesia: Jacson Silva Arte da capa: Jorginho
Produção: ColetiveArts e Oldie Nerd
Contatos Izabel Cristina:


GALERIA DE ARTE:
Mara Zine






Vídeo do Coletive:
Lais Ramos





E assim anda o Coletive Som, podcast de parceria Oldie Nerd e Coletive Arts, mantendo o ritmo das entrevistas celebrando a cultura e  a arte.
Não se esqueça de comentar, curtir e compartilhar sempre, para fortalecer essa corrente.
Zinebook Tchezine Compêndio 1

 


Álbum editado pela Editora Criativo com uma seleção de HQs escritas por Denilson Reis e publicadas no fanzine Tchê, editado desde 1987. O fanzine Tchê é um dos mais longevos do Brasil e por ele já passaram mais de uma centena de artistas, desde iniciantes em busca de publicar seu primeiro quadrinho até renomados artistas profissionais.


Neste primeiro álbum publicado por uma editora foram selecionadas doze histórias em quadrinhos. Os desenhos ficaram a cargo de Júlio Shimamoto, Mozart Couto, Daniel HDR, Henry Jaepelt, Laudo Ferreira e outros. Além disso, o álbum busca dar um enfoque aos personagens criados por Denilson: Exterminador, Eliminador e Peryc, O Mercenário, mas apresenta também HQs curtas com ficção-científica, aventura e terror. Tem ainda entrevista com Denilson Reis e galeria de capas do fanzine Tchê.








Serviço:

Zinebook Tchê v1: Álbum com 60 páginas, formato 21x28cm, capa color 4x4 Couche, miolo 1x1 p&b. R$ 39,99. O álbum está em pré-venda no site da editora (editoracriativo.com.br) através do link.