Eduardo Galeano, Literatura, política e mais

artistico,história,Livros,social,analise,Review,escritores,Reflexão,arte,eduardo,galeano,escritor,

Para quem não conhece Eduardo Galeano, um aviso: se você deseja ler algum livro dele fique preparado para ter sua visão de mundo radicalmente mudada (claro que este aviso vale principalmente para os coxinhas de plantão). Nota do editor: esse texto foi escrito originalmente em 2015, não existiam bolsominions ainda. O mundo era melhor.


Eduardo Galeano foi Jornalista e escritor,  com incrível transparência e sarcasmo, nos mostrou um mundo muito mais cruel e sombrio do que poderíamos imaginar mas ainda há esperança.

Seu livro mais famoso foi sem dúvida "As Veias Abertas da América Latina", onde faz um relato histórico-social de como a Europa durante a colonização, vilipendiou e massacrou (literalmente) a América Latina em busca de lucros e mais lucros, e depois na era contemporânea, é explorada pelos Estados Unidos.

Neste livro também é contada por um ângulo totalmente diferente do que a maioria sabe sobre a Guerra do Paraguai, que muitas vezes é lembrada como um grande orgulho pela nação brasileira e  seu exército (vergonha, mas em breve vem uma matéria  sobre mentiras que nos ensinaram na escola e na mídia).



Embora Galeano tenha dito que ele próprio não estava preparado na época para escrever esse livro, ele voltou ao tema e foi como se "As veias..." tivessem sua segunda parte ( ou assim é possível de se interpretar).

Este livro é o ótimo  "De pernas pro ar: A Escola do Mundo ao Avesso", livro em que Galeano faz uma incrível critica sobre toda a sociedade e seus crimes em nome do capitalismo selvagem e margens de lucro cada vez maiores.


Galeano pinta a realidade com cores vívidas,  para que nós não percamos um só detalhe.Desde trabalho infantil e sua realidade pelo mundo, guerras e invasões de países por superpotências, cultura do medo, mercado financeiro etc...

Tudo é demonstrado a luz das palavras de Galeano, com números, fatos e pesquisas que corroboram com as ideias do autor.

Galeano não escreveu só sobre assuntos de cunho político-social, também escreveu o ótimo: "Futebol ao Sol e à Sombra" uma verdadeira saga futebolística, escrita de maneira emotiva e apaixonada.


Galeano nasceu em Montevidéu 3 de setembro de 1940,  foi perseguido pela ditadura Militar Uruguaia, que se apoderou do país em 1971, se exilou na Espanha em 1973.

No exílio escreveu a Trilogia "Memória do Fogo".

Voltou ao Uruguai em 1985 com a redemocratização.

Galeano faleceu em 15 de abril de 2015.

PS: Meditando sobre como você molda sua personalidade ao longo da vida: quem você lê, realmente, importa muito.

Um comentário:

  1. Isso sim é uma dica valida, que , para quem vier a consumir, vai, de alguma maneira, mudar a visão sobre muitos assuntos do cotidiano.

    ResponderExcluir