terça-feira, 10 de maio de 2022

Por Que Ler Histórias em Quadrinhos?

opinião,quadrinhos,Comics,Reflexão,quadrinista,Desenhistas,gibi,social,roteiristas,arte,artista,artistico,cartoon, porque,ler,educação,academico,


Seguinte, o assunto é o bom e velho quadrinho, o gibi, e pra começar vamos falar de o porque vale a pena ler gibis.

Não vamos seguir uma ordem, nem nada, pode ficar tudo misturado, já que vou viajar nos pensamentos e nas ideias, mas o que importa vai ser mesmo, o esclarecimento e a difusão de ideias.

Vou só divagar sobre o assunto e colocar minha opinião e um pouco de informação que eu fiz através de pesquisas.


Os quadrinhos: arte que envolve palavra, imagem e cor

Primeiro vamos deixar assim: Quadrinhos não é coisa só pra criança e se você pensa assim, aqui não é o seu lugar e quadrinhos não é a sua mídia e eu sinto pena de você.

Sendo assim, qualquer um pode ler, crianças, adultos, homens ou mulheres, basta achar o personagem, o estilo de história ou o artista que mais te agrade.

Há tantas historias, personagens, realidades e mundos no gibis quanto no cinema ou livros.

Aliás, os quadrinhos são considerados a nona arte. A arte que envolve palavra, imagem e cor, a arte sequencial.


O preconceito que existia com leitor de quadrinho, já não tem lugar nos dias de hoje, já que o cinema bebe de todas as outras artes, principalmente nas adaptações de livros e gibis para as telas.

E o que acontece hoje é que o cinema não só bebe, como se molha todo nesta fonte que é as histórias em quadrinhos.

E a diversidade é tanta nos gibis, que, uma pessoa pode muito bem se identificar com um personagem, seus problemas e suas preocupações, e assim ver este mesmo personagem se resolver e lhe passar a positividade.

Os motivos para se ler um gibi são variados


Os motivos para ler Hqs são muitos: pode auxiliar na alfabetização de uma criança, já que alguns quadrinhos contém textos simples, de fácil compreensão e as imagens facilitam na associação do que o texto se refere, ligando texto e os desenhos.
 
Ajuda a criança a se familiarizar com as letras. Auxilia também na organização do pensamento, exercita a capacidade de observação e interpretação e desenvolve a criatividade.

Também é um ótimo incentivo pra leitura, já que a união de letras e imagens, tornam, em muitas vezes, uma historia empolgante, interessante e divertida, tudo que uma historia precisa pra prender o leitor, ainda mais uma criança que está entrando no mundo das palavras, e para isso existe inúmeros exemplares e personagens capazes de contribuir para o gosto a leitura. 



O estimulo a leitura é evidente, levando em conta a gama de personagens que podem ser associados a diversos temas, problemas, realidades e interesses, fazendo com que qualquer criança, adolescente ou adulto se identifique e sinta o prazer da leitura.

E isso pode alavancar um interesse maior por leituras mais complexas, e criando um gosto por outros gêneros.


O exercício de diferentes habilidades cognitivas, essa parte eu vou descrever como encontrei na pesquisa:

"A leitura de histórias em quadrinhos é um processo bastante complexo: é  preciso decodificar textos, imagens, balões, onomatopeias e, muitas vezes, recursos de metalinguagem."

Além disso, induz a uma habilidade chamada inferência, que é a capacidade de concluir coisas que não estão escritas. Nas HQs, por exemplo, o leitor deduz a ação que é omitida entre um quadrinho e outro. Tudo isso demanda um trabalho intelectual."

Então aí temos  um exercício de ativação de algumas habilidade, inclusive o intelecto. 

Quadrinhos: a união de Cultura e Entretenimento



Os quadrinhos ainda tem a possibilidade de construir uma ponte entre assuntos importantes donponto de vista social e a diversão.

Já que histórias em quadrinhos podem transmitir um leque bem amplo de informações sobre contextos históricos, sociais ou políticos e ainda assim manter sua característica de entretenimento.

 
Só para citar alguns exemplos bem conhecidos: as aventuras de Asterix trazem divertidas referências sobre história antiga, as histórias de Tintim são ricas em indicações geográficas e as tirinhas da questionadora Mafalda fazem crítica a questões político-sociais da Argentina.


Joe Sacco, que é quadrinista e jornalista, desenhou histórias sobre a guerra da Bósnia e os conflitos entre Israel e Palestina, temos Maus, um relato sobre o holocausto.

Também temos histórias infantis e infanto-juvenil que trazem diversão descompromissada ao mesmo tempo que ensina sobre amizade, honestidade, e outras características positivas.

Muitas histórias, apenas contos sobre a vida, nos apresentam momentos da vida.

Os gibis de super-heróis, em alguns momentos, apenas histórias esquecíveis, mas são muitos as histórias que quebram paradigmas e podem ser considerados verdadeiros clássicos.

Quadrinhos e mais Quadrinhos ao redor do Mundo e das culturas

Nós temos muitos estilos de historias em quadrinhos e muitos gêneros, podendo ser uma tirinha, uma ilustração em splash page ou caricatura, uma graphic novel, uma web comic, um gibi em formatinho, aquele capa dura, uma mini série (ufa!).

Misturando os estilos e plataformas, ou mais, também, assim como o cinema, os gêneros, terror, comédia, um pensamento reflexivo, critica, aventura ou cotidiano.

Preto e branco, colorido, sem falas, aquarela, grafite, verdadeiras obras de arte.


Existem quadrinhos em todos os lugares desse globo, passando pelo fumetti, na Itália, os mangás no Japão, ou na Coréia o Manhwa, ou os franceses com des bandes dessinées, ou os comics.

Existem histórias bíblicas, de matrizes africanas, espiritas e muitas outras religiões.

Podemos conhecer a realidades de outras nações, outros povos, e dialogar sobre regionalidade, acabando com os preconceitos existentes apenas passando pelas páginas dos Quadrinhos.

Em uma história podemos saber mais sobre gêneros e suas dificuldades, ler sobres preconceitos raciais e perceber que todos somos iguais.


Esses quadrinhos estão ai para nos contar histórias, nos emocionar, nos ensinar, nos abrir as realidades, entender a opinião, motivação através do olhar e do traço do artista.

Contamos histórias infantis para adultos saberem se relacionar e entender a visão de uma criança.

Temos histórias com tantas camadas que podem ser lidas por um adulto ou criança e que a cada momento que se folheia, tiramos uma nova opinião a respeito.

Quadrinhos com roteiros atemporais, que escritos a décadas, ainda assim são atuais.

Lembrando que toda história em quadrinhos tem politica sim, pois ela reflete o seu meio, o seu tempo e a visão do artista.

Isso quer dizer que uma historia que se define como um quadrinho sem politica, já está sendo política, pois reflete a visão desse artista.


E podemos ter um gibi que serve para fazer frente ou apoiar, quaisquer que sejam as vertentes politicas, sociais, ou culturais.
Ligando ou rompendo paradigmas, pois podemos tratar de assuntos que se mantém em um tabu.

Tratando os mais delicados assuntos, podemos abordar muitos aspectos da vida, ajudando a responder questões, ampliando panoramas e trazendo luz sobre muitas peculiaridades da nossa ou de outras realidades.

Então, a pergunta certa a se fazer, não é por que ler gibis? e sim, POR QUE NÃO LER GIBIS AGORA MESMO?

Isso, leia gibis, entenda os quadrinhos. E como diz o Sidney Gusman, dê GIBIS de presente, dê gibis para seus amigos, para as crianças, para seus companheiros, e se estiver de bom humor, de gibis para seus inimigos também.

Quadrinhos, muitos benefícios, muitos prazeres, muitas histórias, assim como as outras artes, a Nona Arte também pode e deve fazer parte de nossas vidas.

VIVA AOS QUADRINHOS.

0 comments: