Encontros Imediatos de Terceiro Grau - Mini Analise wasd


Aqui André, de apelido Jesus, nick Etrigunn. As mini análises do Wasd Space são pequenas dicas de no máximo 2200 caracteres de tudo que possa ser pertinente de produtos audiovisuais. Espero que gostem.

Encontros Imediatos de Terceiro Grau

Close Encounters of the Third Kind
1978
Steven Spielberg
135 min
O pior filme que já vi do Steven Spielberg. Bom, talvez ele tenha envelhecido mal, talvez eu
tenha estudado muito ufologia em certo ponto da vida. De todo modo, é uma visão viajandona
sobre o avistamento de disco voadores.
Começando, temos cientistas que acham aviões da segunda guerra no deserto. Tá, legal. Isso
fica esquecido lá na primeira cena do filme. Aí encontram um padrão musical que os indianos
cantam e é o mesmo som que o alienigenas emitem da nave. Tem também um gesto para
cada nota, que foi criado por um indiano que ensina crianças surdas. Vai vendo.
Temos também uma mãe que tem o filho raptado pelos ets. Nesse núcleo temos as cenas mais
tensas, mas ainda assim muito fantasiosas. Como brinquedos que se ligam do nada e uma
criança que não sente medo ao ver luzes no céu e seres bizarramente cabeçudos.
O principal, um eletricista que sai em uma noite para arrumar um apagão causado pelos ets.
Ele se perde no caminho, não sabe usar uns mapas. Olha que ele conhecia bem a região. Isso
causa uma distração e um disco voador paira sobre o seu carro, ele olha para o disco, fica
queimado pela metade do rosto e fica malucão.
Depois dele pirar, aparece na TV um morro que é do formato que ele vê na mente. Ele vai lá,
acha a mãe da criança perdida. Os dois piram, desafiam os federais e sobem. Pasmem, tem
uma festa de recepção do governo no topo. Do nada, vem uma nave mãe que deixa os tais
pilotos do passado, o filho da mulher e mais alguns figurantes. Pegam pessoas em troca.
Talvez uma troca de reféns, vai saber. Nisso o eletricista dá um beijo na mãe da criança
perdida, esquece os seus 3 filhos e esposa, vai junto na nave e FIM.
Durante todo o filme fiquei com medo de aparecer Ashtar Sheran de mãos dadas com o ET Bilu
a qualquer momento. Aí pode ser chatice minha, uma vez que era a visão sobre ufologia da
época. Mas ainda na época era algo fantasioso demais. Hippie demais. Aconselho a todos
pesquisarem a história de Ashtar Sheran. Não riam. Era um estudo sério da época.
Nota: 4…2 pontos porque gosto de ETs e 2 pontos porque o Spielberg é um dos melhores


0 comentários: