I am Not Okey with This - Mini Analise


Aqui André, de apelido Jesus, nick Etrigunn. As mini análises do Wasd Space são pequenas dicas de no máximo 2200 caracteres de tudo que possa ser pertinente de produtos audiovisuais. Espero que gostem.

I am Not Okey with This

2020
Netflix
Criador: Jonathan Entwistle, Christy Hall.
Eps de 30 min
Quando eu vi o trailer de I am not okey with this, além de não conseguir decorar o nome da série, pensei em se tratar de mais um Stranger Things genérico. Não que Stranger Things não seja, mas esse parecia ainda mais genérico e igualmente bom. 
Não atoa, é dos mesmos produtores e do diretor de The End of the Fu**ing World. O que é notório pelo estilo de todos os
aspectos da série. Até o nome é igualmente enorme.
A começar pela cena da protagonista vestindo roupa de festa completamente coberta de sangue e vagando sem rumo pela rua. Uma referência direta a Carrie, A Estranha. Livro de
Stephan King adaptado algumas vezes para o cinema e televisão. Voltando ao IANOWT (odeio esas siglas para nome de séries, mas facilitam um tanto), a grande qualidade da série é justamente a surpresa, contrariando já foi escrito. Digamos que existem todos os elementos que os fãs de super-herói já conhecem, só que colocados de um modo muito discreto durante boa parte da trama. Trama essa que é em sua grande parte, os problemas da vida de Syd, a nossa protagonista. Ela teve uma perda recente na família, tem um relacionamento complicado com a sociedade escolar, tem que proteger seu irmão pequeno e é apaixonada pela melhor amiga. 
Um pouco de spoiler aqui, mas nada que não se perceba no trailer ou nos primeiros episódios. Me desculpem.
Falando um pouco dos defeitos dessa primeira temporada, a atuação dos atores não é das melhores e ponto. No mais, tudo certo. Trilha, efeitos, foto, roteiro, edição, tudo certinho.

Nota: 9 pelo final devastador

Por, André, o Jesus

Um comentário: