Aquaman, dos quadrinhos para o cinema


Ele é um dos personagens mais forte do universo DC, é o rei dos 7 mares, rivaliza de frente com o Azulão mas é provavelmente o herói mas zuado de todos os tempos, seja pelo traje verde e laranja ou por conversar com os peixes, Aquaman chega aos cinemas pelas mãos de James Wan e Jason Momoa.

Origem e a Primeira Aventura


Veio ao mundo em 1941, dois anos da criação de outro Senhor dos mares de outra editora, cópia ou não, ele tem seus conceitos parecidos mas seu histórico muito diferenciado. 
Da cabeça de Mort Weisinger, Paul Norris, que criaram juntos outros personagens, saiu Aquaman, com suas cores tradicionais, e cavalgando um golfinho, mas não se apresentava tão forte assim, já que foi nocauteado por um martelo.
Outra característica sua ainda não estava presente, sua telepatia marinha, aquele som que ele emite pra falar com seus amigos peixes.


E sua origem, também é um tanto curiosa, já que ele conta que seu pai, um explorador, descobriu um cidade submersa e sua mãe morreu quando pequeno, sendo criado no fundo do mar, adquiriu força e resistência, sendo batizado de Aquaman pelo próprio pai. 


Aquaman nas Telas


O personagem está presente em quase todas as animações da DC, junto de seus colegas super-heróis. 
Uma delas, é a que criou a mítica piada sobre ele, estamos falando de Super Amigos de 73, onde entre outras coisas, ele conversa com peixes, cavalga cavalos-marinho e ainda voa em cima de peixes voadores. O Aquaman dos Super-Amigos foi o escolhido para ser satirizado nas animações do Frango Robo.
Mas não é só dessa zoação que o Rei dos sete mares vive.
Temos uma outra série de animações. Ele está presente na série Justiça Jovem, onde ele não tem uma participação tão marcante assim, apenas o mentor do Aqualad.
Na animação, Trono de Atlântida de 2015, baseada em uma arco de histórias do herói, ele tem uma roupagem bem mais séria, fugindo muito daquela de 73.
Tivemos sua versão na serie Smallville também, onde ele é biólogo, ou algo assim, meta-humano com conexão com a água e a fauna marinha (dããã).
Na série animada da Liga da Justiça, temos um Aquaman muito foda, tanto que pra salvar o filho ele arranca a própria mão.


Aquaman e os Artistas


Com desenhos Mike Sekowsky, o personagem se manteve no clássico lá do início, o mesmo levado para a série de TV dos Super Amigos.
O desenhista Alan Davis na sua mini serie O Prego, já fez um Aquaman com manets, mas isso já era no início dos anos 2000, muito parecido com a arte do Dan Jurgens de 10 anos antes.
Dan Green deu uma arte bonita pra ele, bem parecida com a da sua origem, mas com um traço mais sério.
E os anos 90 chegaram para o Aquaman também, ele ganhou um aspecto mais fodão, cabelo cumprido, barda e porque não um gancho, nos desenhos do Martin Egeland, que foi levado pra serie de desenhos de Bruce Timm.



Os Vilões do Aquaman


O panteão de inimigos é grande, e é claro que a maioria é ligado aos aspectos marinhos.
Tem o Enguia, um vilão com poderes telepáticos.
Sereia, é claro, a irmã da Mera.
Charybdis, que é o responsável por colocar a mão do Aquaman num rio de piranhas e consequentemente o responsável pelo gancho.
Mestre do Oceano, o irmão do Aquaman (que família), que também deve ser um dos vilões do filme, se não o principal.
Tubarão Rei, uma brutamontes com cabeça de tubarão.
Atlan, o Rei Morto, o antigo rei de Atlantida e responsável por afundar o reino, e agora quer o trono de volta.
O pescador, um capacete parasita alienígena, ele usa como arma uma vara de pesacar.
Corsário, ele é um pirata!!
Arraia Negra, um dos vilões que vai dar as caras no longa-metragem, é provavelmente o mais assíduo vilão do Aquaman.


E o Filme do Aquaman?


Não sabemos muito do que esperar ainda do filme, mas pelo trailer, muito divertido, parece que o James Wan vai se segurar bem na direção do Rei de Alantida.
E o Jason Momoa? Ele tem carisma, foi a melhor coisa de Liga da Justiça (se é que da pra tirar algo de bom dali), mas será que segura um filme solo?
Veremos isso logo.

E ai, qual tua expectativa para mais esta aposta da DC?

2 comentários: