Bukowski, um escritor maldito, um velho safado e maluco

Literatura, livros, resenha, charles, Bukowski,review,história

Charles Bukowski, o escritor maldito! Segundo alguns, claro, para tantos outros um escritor genial e muitas vezes, incompreendido.



Bukowski teve Infância difícil e início editorial tardio 


Bukowski nasceu na Alemanha,  foi para os Estados Unidos ainda com 2 anos, teve uma infância conturbada com um pai truculento e muitas vezes violento. 

Seu interesse pela literatura cresceu na adolescência devido ao um tratamento médico, em que  teve de deixar de frequentar  o colégio por 1 ano, em casa, sua maior companhia acabou sendo os livros.

Em meio a bicos, trabalhos temporários e porres homéricos, escrevia incansávelmente.

Publicou inicialmente contos em jornais alternativos de Los Angeles, até que conseguiu publicar seu primeiro livro com 35 anos. 




Bukowski, poeta, contista e bêbado 


Embora Bukowski seja reconhecido por seus poemas (uma vasta obra) muitas vezes com uma carga erótica forte, a maioria nunca foi traduzido para  o português e nem chegou ao Brasil.

O mais legal no entanto (na minha opinião, e aqui é ela que conta) na obra de Bukowski são seus contos, tipo de escrita que lhe rendeu mais reconhecimento.


Os contos, principalmente giram em torno de acontecimentos do dia-dia na vida do escritor, na maioria das vezes  representado com pseudônimos, entre eles o mais famoso é Henry Chinaski.

Possui escrita simples e direta, (influência de Hemingway) suja, carregada de palavrões e pessimismo (influência de Dostoiévski).

Situações inusitadas, no sentido mais fudido da palavra, quase sempre rodando em torno de muitas bebidas, falta de dinheiro e loucas paixões, em um mundo delirante.

Bukowski faz críticas ferrenhas contra a sociedade média e seu estilo de vida, sem nunca perder o humor ácido que sempre foi sua marca.

Bukowski era misógino?



Nos últimos anos os escritor vem sendo muito criticado e por vezes taxado como misógino (do dicionário, misógino: Indivíduo que sente repulsa, horror ou aversão a mulheres; Quem tem repulsão pelo contato sexual com mulheres).

Creio que Bukowski pode ser taxado de muitas coisas porém misógino não seria uma delas, já vi pessoas que nunca sequer leram um livro do escritor e, para "lacrar" na Internet o taxaram desta maneira.

Lendo os contos ou seus poemas, Bukowski se mostrava muito mais um misantropo do que misógino (do dicionário, misantropo: 1.
que ou aquele que odeia a humanidade ou sente aversão às pessoas; que ou aquele que prefere a solidão, não tem vida social, não gosta da convivência com outras pessoas; eremita, ermitão, solitário
).


Sobretudo Bukowski era um Critico da sociedade, seus costumes e seus valores.

Claro que se deve manter o distanciamento histórico da escrita do autor e ainda levar em conta seus problemas de vício e doenças psiquiátricas (pois possivelmente tinha algumas) porém chamar Bukowski de misógino é para mim um pouco exagerado.

Não precisam gostar do autor, mas o critiquem pelo que ele é e não pelo que não é.

Em inúmeros contos, as únicas pessoas que ele demonstra mais afeto, respeito ou mesmo necessidade de convivência são personagens mulheres.


Óbvio que em inumeros outros contos, elas também são suas vitimas mais atingidas por seu comportamento, mas isso é porque o escritor, sobretudo escrevia sobre relacionamentos e suas dificuldades. E essas dificuldades podem s
er observadas em todos os tipos de relacionamento, seja com parceiras amorosas, amigos, colegas de serviço, vizinhos...

Não vemos pessoas por aí chamando Nelson Rodrigues de misógino, ou vemos?

Bukowski o último beatnik? E seus Documentários 




No ótimo documentário sobre sua obra e vida "Bukowski: Born into This" de 2003, pode ser constatado muito de onde vêm esse seu comportamento, inseguranças e como sua personalidade se moldou ao longo da vida.

Em outro documentário, do diretor Matteo Borgardt chamado "You Never Had It – An Evening With Bukowski" lançado em 2020, mostra uma noite de conversas entre o escritor, a jornalista Silvia Bizio e outros amigos. Filme é recheado de conversas sobre literatura, existencialismo e as ideias do autor.

Bukowski, seu maldito!


Bukowski para muitos é o último escritor Beatnik (embora nunca tenha se associado com nenhum de seus expoentes, como por exemplo, Jack Kerouac) mas sobretudo Bukowski foi um dos chamados escritores malditos, talvez o último de seu tipo.

Charles Bukowski nasceu em 16 de agosto de 1920, casou duas vezes, teve uma filha.
Faleceu no dia 9 de março 1994.

Trailer de  "You Never Had It – An Evening With Bukowski"



       

0 comments: