Franquia Transformers


Critica - Feito por Henrique Resende
Em 2007 o diretor Michael Bay tinha um projeto muito grande em suas mãos, Transformers já veio com um grande orçamento de quase 150 milhões de dólares  mostrando que tinha tudo para se tornar uma grande franquia e no primeiro filme conseguiu muito bem demonstrar sua força com uma bilheteria  de mais de 700 milhões de dólares. 

Não seria difícil imaginar isso com um filme muito bem feito e com atores muito bem em seus papeis como Shia Labeuouf, Megan Fox,Tyrese Gibson e Josh Duhanel.
Falando um pouco mais sobre o filme, Bay tem um bom roteiro e histórias de seus personagens bem desenvolvidas  do inicio ao fim da trama, as cenas de ação são sensacionais com carros maravilhosos se transformando em grandes maquinas de combate , o trabalho da pós produção foi muito bem executado com as grandes cenas de luta, o que mostrava bem que o próximo filme seria ainda melhor.
Transformers - A vingança dos derrotados foi a segunda parte da sequencia de transformers com um orçamento muito maior de quase 200 milhões de dólares , a receita era a mesma com o mesmo elenco e mesma ideia de filme porém o segundo longa dos grandes robôs teve uma bilheteria maior ainda com pouco mais de 830 milhões de dólares.
O filme tem uma história muito melhor que o primeiro, colocando o real valor da união dos autobots para derrotar os decepticons , a importância de Optimus Prime era óbvia porem a trama consegue mostrar a todo momento  que com a união dos personagens e muita determinação dos protagonistas os vilões foram derrotados mais uma vez.
No Terceiro filme  da franquia, a expectativa era totalmente diferente, afinal uma grande protagonista havia saído da produção, Megan Fox  não estava mais interpretando Micaela por problemas com  Michael Bay, era um problema pra toda a equipe de produção e isso podemos ver no filme, mesmo que o orçamento não tenha tido tanta diferença assim com quase 200 milhões como no segundo filme porém o resultado de bilheteria foi substancialmente maior ultrapassando a marca de 1,1 bilhão de dólares.



O filme em si não tem as mesmas qualidades do anterior, uma história muito confusa em certos momentos , a falta de química entre o casal protagonista é visível em vários momentos, a trama em que o novo chefe de Carly (Rosie Huntington) é parceiro dos decepticons há anos é muito mal explicado e muito curioso como as coisas se encaixam perfeitamente, neste filme se confirmou que o trabalho de Michael Bay na direção haveria algumas dúvidas.
Em 2014 a produção deu uma repaginada em seus atores, principalmente com seu novo protagonista Cade Yeager (Mark Wahlberg), a história mudou completamente principalmente em como Cade conheceu os autobots sendo algo muito mais acaso que algo de família como nos 3 primeiros filmes, a luta entre o bem e o mal também foi muito complexa tendo até mesmo os humanos procurando os autobots para os prender, o lado bom mais uma vez é que as cenas de luta entre  os autobots e os decepticons estavam ótimas e muito bem feitas pela pós produção.

O orçamento era quase o mesmo da ultima produção  e o resultado de bilheteria também se assemelhou com 1,104 bilhão de dólares, o resultado disso tudo foi uma insatisfação com a trama por grande parte dos seus fãs que já podiam observar um filme muito complexo em suas cenas de ação mas muito pouco coerente em sua trama, entretanto os pontos positivos ainda eram mais visíveis que os pontos negativos o que dava sobrevida para um próximo filme.
Transformers - O último cavaleiro vinha com muita duvida por todos da produção do filme visto isso na diminuição em seu orçamento em quase 50 milhões de dólares, entretanto mesmo com esses cortes orçamentários  uma melhora no elenco era visível com a inclusão de Anthony Hopkins e Laura Haddock , pena que foi só no elenco a melhora neste filme
A história se mostrava muito complicada, afinal era duvidoso colocar que os autobots existiam desde que existiam as guerras nos antigos reinos na época do rei Arthur aparecendo até mesmo na 2º guerra mundial seria bem explicado, e acabou não sendo tendo muitas histórias em uma mesma trama.

A bilheteria caiu consideravelmente em meio bilhão de dólares era visível com uma trama que começou com a fuga dos autobots em toda a cidade, depois o descobrimento por parte de Optimus Prime que existia uma força acima dele ainda viva, e procurando por ele em seguida começou a procura dos protagonistas pela tal arma que ajudaria a todos a deter o lado ruim dos grandes robôs, as lutas eram em excesso e sem pouca base para a história como um todo, não que a qualidade da luta em si fosse ruim, mas acabou sendo desnecessária o que acaba colocando o filme como várias lutas que ninguém lembra depois da sessão.

Analisando toda a franquia de Transformers podemos ver que o Diretor Michael Bay se perdeu em suas ideias desde o inicio da franquia, a troca de protagonista no meio da franquia não trouxe bons frutos e acabou colocando a franquia em um lugar muito abaixo do que o esperado pela produção e trouxe o inevitável, a saída de Bay da direção dos futuros filmes de transformers, agora a esperança é que aconteça uma mudança drástica e os resultados sejam imediatos.



0 comentários: