6 Maiores mentes das HQs


Olá malditos!!!

Os Quadrinhos são considerados por muitos como coisa de criança e tal, mas esses imbecis preconceituosos nem ao menos sabem que as HQs são consideradas a "9ª Arte", e sabemos que certos artistas foram decisivos para esse "status". Nessa lista trazemos os artistas mais expoentes dos HQs somente a partir de 1938, a chamada Era de ouro (a "Era pré-ouro vai ganhar um post só dela).

Então vamos lá:

Stan Lee



Se você não conhece esse cara, então não deve saber nada de HQs (então continue visitando o blog para saber alguma coisa). 
Ele é simplesmente o pai da maioria dos super-heróis mais famosos: Quarteto Fantástico, Homem-Aranha, Hulk, Homem de Ferro e X-Men, e isso só para citar alguns.
Começou como estagiário na Marvel Comics (na época Timely Comics) com 16 anos.
Stan foi o primeiro a tornar os heróis mais "humanos" e menos infalíveis, com conflitos de pessoas comuns,
como problemas econômicos, amorosos, familiares e também abordar problemas sociais como o preconceito racial (marcante em X-Men). 
É o pai dos HQs modernos e por isso não poderia faltar nessa lista.

Jack Kirby



Roteirista e desenhista desde o princípio da Era de ouro, por ser de uma família humilde não teve oportunidade de estudar em uma escola de arte em tempo integral, tornando-se assim praticamente um autodidata.
Criador do Capitão America em conjunto com Joe Simom, o estilo de ação empolgante do titulo veio para mudar o estilo dos HQs, tornando assim Kirby um dos poucos que revolucionou a arte dos HQs. 
A parceira com Simom durou até meados dos anos 50, nos anos 60 foi um dos parceiros mais frequentes de Stan Lee (que o chamava na Bullpen da Marvel de King Kirby) participando praticamente na criação de todos grandes heróis Marvel, e é dele a criação solo do Sufista Prateado. Devido a conflitos com Lee e os chefes da Timely acabou indo para a DC Comics e outra vez criou inúmeros títulos e heróis tais como os Novos Deuses e e o Vilão Darkseid.
A sua marca principal sempre foi não ter medo de inovar buscando sempre algo novo para criar ou desenhar.

Will Eisner



Desenhista e roteirista brilhante, criou HQs em quase todos os espectros, desde super-heróis no estilo mais clássicos da Era de ouro (como por exemplo Wonder Man, personagem que criou para competir com o sucesso de Superman, e que rendeu um processo por plágio) e heróis noir. 
Sua grande criação,  The Spirit,  está para os HQs assim como Cidadão Kane está para o cinema, com seus enquadramentos uso de sombras e roteiros primorosos. Escreveu e desenhou diversos Grafic Novels sobre a vida cotidiana, nesses a genialidade de Eisner transbordava. Além de ser esse gênio criador, atuou em todas as áreas da indústria dos Quadrinhos, ajudando ela a se tornar o que é hoje.

Steve Ditko



Criador do Homem-Aranha em conjunto com Stan Lee, criou também em parceria com este os maiores vilões e personagens coadjuvantes do cabeça de teia e o Dr. Estranho. Foi ele quem deu as características melancólicas ao Aranha e o visual psicodélico ao Dr. Estranho. 
Trabalhou na Charlton Comics que depois seria comprada pela DC onde criou o Capitão átomo, Questão e já na DC Rapina e Columbo.

Joe Simon



Foi o primeiro editor da Timely Comics (futura Marvel Comics) contratou o então garoto Stan Lee (claro ele era sobrinho do chefe) e criou, em conjunto com Jack Kirby, Capitão America, em uma das melhores parcerias dos HQs de todos os tempos, trabalharam em conjunto até meados da década de 50.
Até aí haviam produzido desde historias de super-heróis, terror, ficção cientifica e a primeira HQ romântica "Young Romance Comics". 
Voltou a trabalhar junto com Kirby em 71 na nova encarnação de Sandman. 
As vezes pouco reverenciado em detrimento a Kirby, justiça seja feita com Simon, o próprio Jack kirby certa vez disse que as melhores ideias da parceria sempre vinham da mente de Joe.

Jerry Siegel e Joe Shuster



Uma trapaça aqui, ao invés de um nome, dois, porque é impossível citar apenas um deles.
Toda revolução tem um início, e para os HQs, tanto como veiculo de mídia e comunicação, extrapolação de ideias e como pelo mercado editorial e o quanto se poderia lucrar com os Comics, e se hoje temos a 9ª Arte do jeitinho que ela é, devemos tudo a esses dois jovens que criaram o maior simbolo dos heróis das HQs, o Superman e de quebra uma nova Era na histórias em Quadrinhos. 

E ai, faltou alguma mente brilhante? Concorda ou não com a lista?
Comente ai e não se esqueça de compartilhar.

Um comentário:

  1. Porra, baita lista.
    Só nome foda dos quadrinhos.
    pra quem quer conhecer melhor este universo, a lista é um guia por onde andar pra conhecer as melhores histórias e os melhores personagens.

    ResponderExcluir